(19)3543-1900 * (19)992198644

contato@ergoplenna.com.br

CATEGORIAS DE POSTO DE TRABALHO

abril 13, 2017 - ergoplenna

Nenhum comentário

O posto de trabalho é a configuração física do sistema humano-máquina-ambiente, é uma unidade produtiva envolvendo um ser humano e o equipamento que ele utiliza para realizar o trabalho, bem como o ambiente que o circunda.
Existem três categorias de postos de trabalho, se considerados segundo a melhor posição para se exercer a tarefa: sentado, em pé e sentado/em pé (alternância de posição durante a tarefa). A escolha da posição apropriada depende da tarefa a ser exercida.
A tabela a seguir apresenta as posturas a serem assumidas no posto de trabalho, considerando-se as exigências encontradas para a execução da tarefa. (EASTMAN KODAK COMPANY [8]).
Escolha da posição assumida no posto de trabalho segundo tarefas executadas.

S = sentado
P = em pé
P/S = em pé/sentado ( uma alternativa para não se ficar em pé durante todo o tempo)
P/C = em pé, com cadeira disponível para períodos de descanso

Algumas características para a definição do posto de trabalho segundo a tarefa a ser exercida são especificadas a seguir.( EASTMAN KODAK COMPANY [8].

A) A posição sentada é melhor nas seguintes situações:

  • Todos os instrumentos para se exercer a tarefa podem ser facilmente alcançados e manipulados dentro do espaço disponível para o trabalho sentado;
  • Os instrumentos a serem manipulados não requerem trabalho com as mãos, além de um nível médio de 15 cm acima da superfície de trabalho;
  • Não é necessário exercer força, como suspender pesos além de 4,5 kg;
  • Ações de manejo fino ou escrita são executadas durante a maior parte da tarefa.


B) A posição em pé é melhor nas situações;

  • Se o posto de trabalho não tem espaço suficiente para acomodar as pernas em posição sentada;
  • Objetos com mais de 4,5 kg são levantados;
  • Alcances amplos (para a frente, para cima ou para baixo) são requeridos com frequência;
  • As operações estão separadas e requerem movimentos frequentes entre estações de trabalho;
  • Forças exercidas para baixo são requeridas, como em operações de empacotamento.


C) A posição sentada/em pé(alternância) deve ser considerada nesses exemplos;

  • Operações repetitivas são feitas com alcances frequentes de mais de 41 cm para diante e/ou mais de 15 cm acima da superfície de trabalho;
  • Tarefas múltiplas são executadas, algumas melhor realizadas na posição sentada, e outras em pé. A possibilidade do uso das duas posições, alternando-as, deve ser considerada, segundo o espaço disponível.


Observações:
1.Embora o posto de trabalho possa conter dispositivos para ajuste de seus equipamentos, isto não significa que tais dispositivos serão necessariamente utilizados.

2.A utilização dos sistemas de ajuste depende de quanto tempo e esforço serão necessários para se efetuar as mudanças, e os benefícios notados pelo operador.

3. Nem todos os usuários terão necessidade de empregar os dispositivos de ajuste. No entanto, se este sistema existir, um maior número de pessoas estará melhor acomodado.

4. Ser flexível não é o mesmo que ser ajustável, embora também seja uma característica interessante em um posto de trabalho.

5. Um posto de trabalho flexível é aquele que pode ser facilmente modificado, de maneira a permitir uma troca de tarefa ou do tipo de produto fabricado. Uma vez feita a mudança o posto de trabalho permanece fixo.

6. A flexibilidade é particularmente útil em determinadas áreas onde ocorrem frequentes variações no tipo de produto manufaturado.

Fonte: Ettiene Grandjean ,ITIRO Iida e INT

ergoplenna

Deixa um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *